ptfr

 

TOUR DOS MAIS BELOS PALÁCIOS REAIS – Opção II (8h)

 

  • Palácio Nacional de Mafra
  • Palácio da Pena (Sintra)
  • Palácio de Queluz

 

Este tour dos palácios reais inicia-se com a visita do monumental Palácio Nacional de Mafra, que se encontra a cerca de 25 km da capital. É um dos mais grandiosos monumentos de todo o mundo e a mais importante obra do estilo barroco português, tendo sido mandado construir pelo rei D. João V, nos inícios do século XVIII, com o ouro proveniente do Brasil. Esta obra colossal é constituída por uma basílica, convento e palácio, sendo que os seus maiores tesouros são a sua biblioteca, considerada a mais bela do país, com um valioso acervo constituído por 36 mil volumes aproximadamente, e os seus dois carrilhões e seis órgãos únicos em todo o mundo. O Palácio de Mafra marca o fim da monarquia em Portugal, tendo albergado o rei D. Manuel II, o ultimo rei do país, antes da sua partida para o exílio, na Inglaterra.

De seguida, continuamos o nosso tour e vamos levá-lo até à deslumbrante vila de Sintra, classificada como Património Mundial pela UNESCO, onde vai visitar o majestoso Palácio da Pena, que “parece sair de um conto de fadas”, segundo as palavras do ilustre compositor alemão Richard Strauss. Situado num dos pontos mais altos da Serra de Sintra, este palácio oferece uma vista magnífica da paisagem luxuriante em redor e do Oceano Atlântico. Foi mandado edificar sob um devoluto convento de monges, pelo rei consorte D. Fernando II, sendo o exemplo mais emblemático do Romantismo do século XIX em Portugal. Poderá passear pelos seus jardins exóticos, que apresentam mais de quinhentas espécies arbóreas provenientes de todo o mundo.

Após um delicioso almoço e um pequeno passeio no centro histórico da vila, continuamos o nosso tour dos mais belos palácios reais em direção ao imponente Palácio Nacional de Queluz, que se trata de um dos mais extraordinários exemplos do estilo rococó português, ladeado por sumptuosos jardins de traça francesa. Inspirado no Palácio de Versailles, em França, o Palácio de Queluz foi mandado edificar no século XVIII, pelo rei consorte D. Pedro III, tendo sido inicialmente concebido para residência de verão da família real, que o habitou, a título permanente, entre os finais do século XVIII e inícios do século XIX, altura em que partiu para o Brasil, devido às invasões francesas. Atualmente, o Palácio de Queluz é a residência dos Chefes de Estado estrangeiros em visita oficial a Portugal.  

 

A partir de € 260 para 2 pessoas 

RESERVE AGORA ESTE TOUR